Governo Bolsonaro nomeia militar investigada por espionar governo do PT




Investigada na CPI da Arapongagem, em 2012, a tenente-coronel da Polícia Militar do Distrito Federal, Soraya Barbosa Sales de Almeida foi nomeada coordenadora-geral de informação da Secretaria Especial de Relações Institucionais do governo de Jair Bolsonaro.

O cargo ocupado pela militar da reserva é considerado estratégico e uma de suas atribuições é supervisionar as respostas dos pedidos de informações de responsabilidade da Secretaria de Governo, além de assessorar o ministro chefe no contato com o Senado e a Câmara.

Soraya atuou na Secretaria de Segurança Pública do Governo do Distrito Federal, na gestão de Agnelo Queiroz (PT). Ela era analista de inteligência. Porém, foi exonerada por suspeita de ser infiltrada de adversários políticos do então governador.

Fonte: Brasil247/Foto: Agencia247

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu