O DIA NA HISTÓRIA

BOM DIA 1 DE OUTUBRO!

COMEMORA-SE: Dia Internacional da Música. Dia Mundial do Vegetarianismo. Dia Internacional das Pessoas Idosas. Dia do Vendedor. Dia do Vereador .

Católicos lembram Santa Teresa de Lisieux ou Santa Terezinha do Menino Jesus.

COMEMORA-SE: Dia Internacional da Música. Dia Internacional das Pessoas Idosas. Dia do Vendedor. Dia do Vereador . Católicos lembram Santa Terezinha do Menino Jesus.

RONDÔNIA:

1941 – Assinado o Tratado de Washington (Brasil/EUA, retornando a extração da borracha para atender necessidades dos aliados em guerra contra Japão, Itália e Alemanha, e mais de 50 mil nordestino vêm extrair a hévea na Amazônia, os “Soldados da Borracha”. O Tratado leva à criação do Banco da Borracha (Basa).

2017 – Com a manchete “Rondônia perde seu maior historiador – o Alto Madeira deixa de circular”, sai a última edição do jornal que em abril completou 100 anos.

BRASIL

1896 — É fundado o jornal gaúcho Correio do Povo, ainda circulando.

1913 — Nasce Hélio Gracie, grão-mestre em jiu-jitsu brasileiro.

1925 — Rondon inicia combate contra os revolucionário comandados pelo general Isidoro Dias Lopes em Ponta Grossa.

MUNDO

1202 — 480 navios partem de Veneza para a Quarta Cruzada. 1492 — Nasce Georg Rörer, teólogo luterano alemão. 1661 — Primeira disputa de iatismo na Inglaterra: o rei Carlos II vence o seu irmão Jaime II. 1752 — Benjamin Franklin realiza a famosa experiência com a pipa, para provar a eletricidade nos raios. 1774 — Marquês de Pombal publica decreto que extingue a Inquisição portuguesa. 1908 — Henry Ford lança o Ford T, o primeiro carro popular da história. 1946 – Líderes nazistas são condenados à morte na forca nos Julgamentos de Nuremberg. 1969 — O avião Concorde rompe a barreira do som pela primeira vez. 1971 — O Walt Disney World é inaugurado perto de Orlando, Flórida. 2017 – O Tribunal Constitucional espanhol não reconhece plebiscito feito na Catalunha por separatistas bascos, o que separava a região do restante do país.

FOTO DO DIA

Coronel PM Angelina Ramires (foto), primeira mulher a comandar uma corporação estadual de Polícia Militar no Brasil (2003/2007), veio para Rondônia fazer concurso para professora, mas se candidatou a uma das vagas de oficiais do contingente da recém-criada PM feminina rondoniense, ascendeu ao comando-geral da corporação por nomeação do governador Ivo Cassol.

Mas para chegar a essa condição foi necessária mudança na legislação, o que aconteceu por proposta do deputado Luiz Gonzaga, na elaboração da Constituição rondoniense de 1989, quando foi aprovado que a oficial feminina, que chegava antes só ao posto de major, passaria ao direito de ascender ao último posto (coronel), inclusive ao comando-geral.

O deputado Gonzaga também foi autor, na mesma ocasião, do direito à PMFem casar com 12 meses de corporação (antes eram 24 meses), além do artigo sobre isonomia dos poderes do Estado. Desde então a coronel Angelina foi exceção na PM de Rondônia. (Foto Luka/gentedeopiniao.com.br)

Por - Lúcio Albuquerque – jlucioac@gmail.com


Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu